Eu e minhas listas de espera literárias

Eu vi este meme ontem mesmo no Nem um pouco épico, que por sua vez pegou a ideia no blog Amount of words. Tomei a liberdade de me juntar à brincadeira e fazer minhas listas de esperas literárias também.

E esse assunto é meio grave no meu caso. Eu troco muitos livros, muitos mesmo. Praticamente nenhum fica comigo depois de ser lido (alguns até vão embora antes disso). Quando eu não troco, vendo - quase causei infartos em alguns corações quando me desfiz da minha coleção hardcover de “The Hunger Games”. Enfim, por causa disso quase nenhum livro que está aqui em casa foi aberto alguma vez.

Acabou que a fila de espera saiu do controle. Além dos que estão na minha estante, tem os da biblioteca, os que eu peguei emprestado, e os ebooks. Sem contar aqueles que eu ainda vou comprar. VIXE. Que bom que eu já me conformei com o fato de que nunca conseguirei ler todos os livros que eu quero durante a minha vida! Infelizmente...

E assim eu fugi legal do verdadeiro assunto desse post! Voltando ao que interessa, o objetivo é listar uma vez por mês (ou em qualquer outra periodicidade) os livros que estão te esperando para serem lidos. Só alguns, claro. Ou felizmente.

- Sherlock Holmes: eu queria demais a coleção comentada de luxo da editora Zahar. Pena que nunca daria certo, pois tomaria espaço e grana que eu não tenho. Aí eu achei essa edição com todas as histórias oficiais por R$25. Vinte e cinco!! Uma ótima compra. Queria ler isso tudo antes da 3ª temporada de Sherlock.


- Fragile things: comprei por puro impulso há um tempo. Eu nem gosto tanto assim do Gaiman! Mas depois de ter lido a sinopse e a introdução, fiquei muito empolgada. São vários contos com uns temas bem interessantes, e estou especialmente ansiosa para “The problem of Susan” – sim, a própria garota Pevensie.


- O estranho caso do cachorro morto: li ano passado, numa edição do Reader’s digest e , portanto, adaptada. Mesmo odiando essas versões, achei sensacional. Quero muito ver a obra completa. Só para falar algo sobre a história, é o diário de um garoto com síndrome de Aspenger. Recomendo para todo mundo (de preferência, o texto integral, óbvio).

- O diabo e Sherlock Holmes: comprei pensando no DL 2012, cujo tema desse mês é “fatos históricos”; só depois descobri que, por não ser um romance, mas um livro jornalístico fica inválido. Estou louca para ler de qualquer jeito. O autor reúne doze histórias reais bem bizarras, como a de um escritor que cometeu um crime e espalhou pistas para resolvê-lo em uma de suas obras. Há também aquela vez em que o maior especialista em Sherlock Holmes morreu de um jeito que lembrava bastante um conto policial.


- Amortebeijoparasempre: Vou ser sincera: não sei absolutamente nada sobre este livro. Eu vi uma resenha tão legal sobre ele ano passado que simplesmente solicitei-o no Skoob Plus quando o achei por lá. Sei que conta uma história meio crua e melancólica, mas não sei sobre o que é nem sobre quem. E geralmente me dou bem com leituras que começam assim.

Será que leio algum até mês que vem? Acho que a resposta é não.

Postagens mais visitadas