quarta-feira, 30 de maio de 2012

O que fazer com os livros velhos?

Infelizmente, não é nada raro encontrar livros no lixo, abandonados como se nada de interessante houvesse entre as páginas, como, mesmo se novinho em folha, não tivesse utilidade nenhuma. Bom, pode até ser que, para o dono anterior, o(s) exemplar(es) fosse(m) absolutamente desnecessário(s), existindo somente para tomar poeira e espaço em sua casa. Mas jogar fora, como se não valesse mais do que nada, não é uma decisão radical demais? Para mim é, com tantas outras escolhas mais úteis disponíveis.


Porém, e quando os tais livros estão num estado de conservação deplorável? Com praticamente todas as páginas se soltando (por vezes, algumas até faltando!), inexistência da lombada, folhas tão amareladas que deixam a leitura difícil, uma sensação de sujeira ao segurar o dito cujo, por mais limpo que tenha sido...sinceramente? Vale muito mais a pena comprar outro. Nem precisaria ser novo, simplesmente um em melhor situação.


Eu acho que exemplares tão destruídos pelo tempo (ou mesmo por descuidos excessivos) não tem outro destino que não a lixeira. Doar, vender, trocar livros nessas condições é impossível para mim, ninguém se interessaria e acho que me sentiria mal educada. Pode até deixar doente alguém com uma saúde mais fresca. E, além do mais, seriam abandonados de qualquer jeito.

Esses dias, fiz uma limpeza geral em todos os livros da casa. Não só nos meus, mas nos de todo mundo, porque aparentemente só eu me importo com eles. E, durante o trabalho, tive que jogar alguns fora. Estavam tão acabados, tão mal conservados, que davam a impressão de quererem se desmanchar sempre que eram folheados. O estado era tão crítico que simplesmente não serviam mais para uma leitura calma. Nenhum deles eram raro, poderiam ser comprados novamente; alguns eram didáticos totalmente desatualizados, que não serviriam para estudo nenhum. Para onde vão as coisas sem utilidade?

E ainda estou num dilema com os meus livros de Harry Potter, que foram tão manuseados que envelheceram antes do tempo. As capas estão quase soltando, as páginas possuem marcas de tinta e algumas manchas de bebida; queria muito me desfazer delas e comprar novas edições em inglês. Mas o quê faço com essas? Não acho que valham a pena serem doadas; mas como jogar no lixo?

Aqueles outros que eu citei foram para lá sem hesitações. Mas ainda assim, foi chato jogá-los fora. Me lembrei do que uma "biblio-especialista" me falou uma vez: "livros [físicos] morrem". É uma ideia tristíssima para bibliófilos como eu, mas nada mais do que a realidade. Para mim, uma das poucas vantagens dos ebooks vem desse fato - os aquivos não irão envelhecer fisicamente, e poderão ser lidos sem problemas para todo o sempre (há também a questão da economia de espaço, mas não é esse o assunto do texto).


Conheço gente que afirma que, mesmo nesses casos de morte dos livros, eles não devem ser jogados fora. Só que eu me pergunto: eles servirão para quê então? Ficarão enfeitando uma estante, um armário, uma caixa esquecida até virarem pó?

Livros morrem sim. E esses, pelo menos comigo, vão para o lixo.

8 comentários:

  1. Eu tenho rinite, então não posso com livros velhos. Recentemente, doei mais de trinta, de uma coleção antiga do meu pai que ficou meio jogada de lado desde nossa última mudança. Nenhum estava destruído, mas havia alguns mofados. Acho que as tias da biblioteca os trataram bem melhor do que eu faria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas livros mofados a gente dá um jeito! Com um pouco de cuidado, dá para ler direitinho - quem não tem rinite, claro --'

      Excluir
  2. Lizzie, deixa no sebo. Por incrível que pareça tem gente que procura os livros mais sofridos porque são mais baratos. Doa pro sebo.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será? Livros velhos é uma coisa, livros praticamente sem capa, mofados e virando pó é outra. Mas acho que os livros de HP devem tomar esse rumo mesmo, já que não estão nesse estado tão grave.

      Excluir
  3. Como assim você está querendo se livrar de uma coleção do Harry Potter???
    Eu estou querendo desesperadamente uma!
    Se você quiser me dar o 1º, eu aceito (Desde que dê para ser lido, claro). #caradepau
    Quero experimentar um HP, mas jamais comprarei tudo de uma vez, não consigo achar ninguém para me emprestar o 1º.

    Com os outros livros, sinceramente, jogue fora. A menos que tenha uma criança na sua casa que quase sempre tem um dever de casa de recortar palavras/figuras e etc. Para você se sentir menos culpada, faça reciclagem, se livre deles num lugar destinado ao papel :-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RECICLAGEM! COMO ASSIM EU NÃO PENSEI NISSO?? #facepalm valeu mesmo, Felipe! XDD com certeza meu coração ficará um pouquinho mais leve!

      E olha, se você quiser, eu posso te dar mesmo toda a coleção. se você não ligar para edições manchadas de tinta e com capas gastas...

      Excluir
    2. EU QUEROOOO!!

      Quer dizer, eu acho que quero. O primeiro eu com certeza quero, os outros, vai depender do que eu achar do 1º. Sério, não me importo mesmo com manchas, rasgos, rabiscos, até se tiver sem capa eu quero.

      E, fala sério, vai me dizer que não sou um mega sortudo por vc entrar na mesma faculdade que eu? Você pode me entregá-los por lá! Por favor, reserve-os aí pra mim! *-*

      Excluir
    3. Não é? :D Haha vamos combinar isso então. Pelo twitter :P

      Excluir