Card Captors Sakura e sua versão de colecionador


Esse lançamento esteve prometido por tanto tempo que eu realmente achei que morreria sem vê-lo nas bancas; por muito pouco não começo a dar pulinhos idiotas quando vi o primeiro volume, se destacando entre todos os quadrinhos à venda! Fiquei feliz mesmo, "Card Captors Sakura" foi a primeira animação japonesa que eu acompanhei, e durante toda a infância o meu favorito. Hoje em dia, nem curto mais animes, e há outros mangás que prefiro. Nem por isso vou esquecer que, se não fosse essa obra, eu jamais teria espiado essa arte e, consequentemente, não chegaria a conhecer metade das pessoas que hoje são meus bons amigos.

Enfim, comecei a escrever aqui para mostrar essa coleção, da JBC. O mangá já foi lançado por aqui, acho que há mais de dez anos, num formato BEM ruim: meio tankobon, capa tosca, papel-jornal pronto a se rasgar ao menor toque. Pelo menos o preço era justo (R$2,90). Imagino que tenha sido um dos primeiros lançamentos da editora. De qualquer jeito, o sucesso da personagem é tão grande que essa versão antiga é muito desejada até hoje - o primeiro volume é considerado tão raro que já foi (ainda é?) disputado no tapa pelos mercados livres da vida.

Eu tinha os mangás aqui em casa (menos o 1, né), que foram vendidos assim que eu decidi comprar essa edição de luxo. É LINDA DEMAIS. Capa fofa e resistente (mas poderiam maneirar no rosa), páginas coloridas, com papel decente e sem divisão entre volumes - tudo do jeitinho que sempre deveria ter sido. E o preço não tá ruim: R$14,90. A JBC é tão careira que eu não me surpreenderia se colocassem cada volume por vinte reais.

Se você curte a história, seja o mangá ou o anime, vale muito à pena comprar essa edição. Não só é bonita para os olhos como também é bem mais confortável de ser lida. O preço é um pouco mais caro do que o normal, lógico, mas compensa, até porque são só doze quadrinhos para serem comprados. E reler tudo com um olhar mais maduro é beeem interessante...

<3

Postagens mais visitadas